sábado, 31 de maio de 2014

Ra tim bum! - parte 1

É chegada a temporada de aniversários. Mas quem disse que aniversário é sempre coisa boa? Há coisas que fazem meses, anos e são apenas problemas não resolvidos. Oxalá pudesse ser todo aniversário um dia ou uma época perfeita, sem mágoas nem decepções e muito menos ansiedades pelo próximo novo dia de velhas atitudes.

De maio até julho os dias se repetem ou se reinventam, ainda não decidi.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Nós duas

Toda nova jornada, obrigatória ou voluntária, traz consigo o medo do desconhecido, o receio de não chegar ao meio do caminho, mas também traz as surpresas boas, a ansiedade pelo que está logo depois da esquina.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Dias de um futuro inesquecível

As pessoas adoram uma fofoca, disso eu sei. Até quem diz que não gosta, que não fala de pessoas: mentira, gosta sim. Se não fosse pra fuxicar, qual a necessidade de uma pessoa me bloquear no Hangouts e desbloquear quando lhe convém? Qual a graça de, feito isso, me bloquear no Facebook e não me bloquear no Whatsapp?
E ainda tem uma segunda pessoa que me bloqueia no Whatsapp, em seguida desbloqueia. Não deu tempo: tomou um block meu. Porque continuo sendo dessas! E como diria meu Thiago: “dessas, daquelas e de outras mais”! Ê la-iá!

domingo, 25 de maio de 2014

Descoberta e aceitação

Parece até que acende uma luz, daqueles refletores de filmes em que o ator fica totalmente banhado pela grande luz branca, em que suas mínimas rugas estão a mostra, sendo quase possível ler seus mais obscuros pensamentos. É assim que acontece quando você gira o gatilho e aponta para o verdadeiro culpado dos seus problemas.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Perdida por perder

As vezes penso que a vida é nada mais que um jogo: o ganhador, ainda que temporário, tem pleno direito sobre a paz de espírito do perdedor. Não fosse por isso, o que mais justificaria a ferrenha batalha pela razão?